Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006

Besteiros F.C. 3 Vale de Medeiros 1

           
            Campo da Corte, em Campo de Besteiros.
            ÁRBITRO- Paulo Figueiredo, auxiliado por José Duarte (Bancada) e Pedro Rodrigues (Peão), equipa que veio de S. Pedro do Sul.
            BESTEIROS - Márcio, Daniel. Mário (Cap.), Sá, Paulo Lourosa, Jacinto, Vítor Bruno (Raul 69m), Fábio, João Paulo II (Loureiro 60m), Zé Russo e Edgar (Renato 63 m).
            SUPLENTES NÃO UTILIZADOS - Luis Dias, João Paulo I e Pedro Vale.
            DISCIPLINA - Cartão amarelo exibido a Mário, Paulo Lourosa, João Paulo II e Loureiro. Cartão encarnado a Loureiro por acumulação de amarelos.
            TREINADOR - Carlos Miguel Pratas.
 
            VALE DE MADEIROS - Daniel, Domingos (Valério 78 m), Andrade, Ribeiro (Cap.), Póvoas, Ricardo (Monteiro 71 m), Simão (Jorge Filipe 80 m), Azevedo, Marco, Guerra e Hugo.
            SUPLENTES NÃO UTILIZADOS - Miguel, Moitas e Esteves.
            DISCIPLINA - Cartão amarelo exibido a Andrade, Ribeiro, Póvoas, Simão, Guerra e Valério. Cartão encarnado a Valério por acumulação de amarelos.
            TREINADOR - Abrantes Peixoto.
 
"VITÓRIA SEM CONTESTAÇÃO"
     Apesar da tarde se apresentar cinzenta o campo da Corte uma razoável moldura humana, para assistir a mais uma jornada do Campeonato Distrital da 2ª Divisão.
            Em palco Besteiros e Vale de Madeiros tentavam arrecadar os três pontos em disputa.
            O Besteiros começou melhor a partida e marcou cedo. O guarda redes do V. Madeiros demorou mais de seis minutos (os permitidos por lei) a repor a bola em jogo e o árbitro castigou-o com um livre indirecto, tendo nascido deste livre o 1º golo do encontro por intermédio de Fábio. À passagem do minuto 15 na marcação de um canto a bola é afastada da área, onde apareceu Jacinto que com um pontapé forte e colocado faz o 2 a 0 para o Besteiros, não dando quaisquer hipóteses ao guarda redes contrário. A equipa visitante por intermédio de Ricardo, remata de cabeça por cima da trave. O Besteiros continuava a controlar o jogo e Zé Russo primeiro e depois Jacinto levam de novo perigo à baliza do V. de Madeiros.
            à passagem da meia hora e de bola parada a equipa visitante leva a bola a embater na trave da baliza de Márcio. no minuto imediato é João Paulo II que remata forte à baliza contrária e a bola sai por cima da trave. Mais uma vez de bola parada, pois só assim a equipa forasteira, conseguia chegar ao último reduto Besteirense, Guerra remata em jeito, mas Márcio muito atento defende para canto. O jogo continuava com a equipa da casa à procura de dilatar o marcador e João Paulo II lançado em profundidade centra para a área onde aparece Vitor Bruno a rematar com estrondo à barra. Aos 37 minutos é Daniel em iniciativa individual a partir do meio campo, faz tudo bem menos o remate que sai ao lado da baliza contrária. Quase em cima dos 45 minutos e novamente de bola parada o V. de Madeiros leva perigo à baliza do Besteiros. E com o resultado em 2 a 0 terminou a 1ª parte.
            A segunda metade começou com a equipa do V. de Madeiros mais atrevida e logo aos 50 minutos ameaçou as redes de Márcio. A equipa do Besteiros não se intimida com esta entrada de rompante do V. de Madeiros e aos 52 minutos Edgar obriga o guarda redes contrário a aplicar-se defendendo para canto. Numa jogada de insistência e após a marcação de um livre a castigar uma falta sobre Loureiro que havia entrado a substituir João Paulo II, Vitor Bruno faz o 3 a 0 para a sua equipa. Aos 80 minutos é Raul que havia entrado para o lugar de Vitor Bruno, após um centro de Zé Russo aparece sozinho na área frente ao guarda redes contrário e falha uma soberana oportunidade de dilatar o marcador. Aos 85 é Jacinto que proporciona ao guarda redes Daniel uma excelente defesa para canto. Mesmo em cima do final da partida e na transformação duma grande penalidade (bem assinalada), o V. de Madeiros por intermédio de Marco, reduz a desvantagem. Galvanizados com este golo e porque o árbitro do encontro tinha dado 4 minutos de compensação a equipa forasteira subiu no terreno à procura do prejuízo e encostou por momentos o Besteiros à sua área, porém a equipa da casa soube controlar as operações e o encontro terminou com o resultado favorável à equipa do Vale de Besteiros por 3 bolas a 1.
            Quanto ao trabalho da equipa de arbitragem quanto a nós esteve mal principalmente na aplicação da lei da vantagem e no aspecto disciplinar também não esteve bem, não agradando nem a Gregos nem a Troianos.
            No próximo Domingo o Besteiros desloca-se a Cabanas de Viriato, para defrontar a equipa local.
            Apesar do excelente início  de campeonato que o Besteiros está a fazer, esta equipa precisa do apoio de todos os amigos, sócios e simpatizantes, por tal motivo no próximo Domingo não deixe de ir a Cabanas apoiar o BESTEIROS FUTEBOL CLUBE.
            Estes briosos atletas contam com o seu precioso apoio.
 
                                                                                                                  J.A.L.P.
publicado por besteiros às 12:36
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


.posts recentes

. Voltámos!!!

. Posso?!!!

. Órgãos Sociais do B.F.C. ...

. Comentário do Treinador d...

. Resultados e Classificaçã...

. BESTEIROS, 4 - ABRAVESES,...

. Comentário do Treinador M...

. Resultados e Classificaçõ...

. BESTEIROS, 1 - SANTIAGO B...

. Rescaldo do jogo Besteiro...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.favorito

. Besteiros F. C. disputa I...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds