Quarta-feira, 25 de Outubro de 2006

VILACOVENSE, 0 - BESTEIROS, 0

Campo Diniz de Carvalho, em Vila Cova à Coelheira.
            ÁRBITRO- Nuno Vaz, auxiliado por Luis Fonseca (Bancada) e João Costa (Peão), equipa que viajou de Mangualde.
            VILACOVENSE- Carlos Manuel, Rodrigues (Amaral 76m), Sérgio, Bragues, Baptista, Fernando (Cap.), Emanuel (Pinto 63m), Ramos (Cristiano 45m),Adelino, Santos e Mário Jorge.
            SUPLENTES NÃO UTILIZADOS- Ferreira e Alexandre.
            DISCIPLINA- Cartão encarnado exibido a Adelino.
           
            BESTEIROS- Márcio, Daniel, Mário (Cap.), Sa, Marco Paulo (Paulo Lourosa 75m), Jacinto (Pedro Vale 55m), Vítor Bruno, Fábio, Pedro Pomar, Zé Russo e João Paulo II (Renato 66m).
            SUPLENTES NÃO UTILIZADOS- Luis Dias, João Paulo I, Raul e Edgar.
            DISCIPLINA- Cartão amarelo exibido a Mário, Fábio e Renato.
            TREINADOR- Carlos Miguel Pratas.
 
"EMPATE COM SABOR A DERROTA"
 
            Não foi feliz a equipa do Besteiros nesta sua deslocação ao reduto do Vilacovense, tendo empatado a partida a 0 bolas. A tarde apresentava-se bastante chuvosa e o Besteiros entrou em campo com o objectivo de marcar cedo e logo aos 4 minutos, Fábio na marcação de um livre a castigar uma carga sobre João Paulo II, remata por cima da trave. Estava dado o primeiro sinal de perigo e a equipa Besteirense continuava à procura do golo e aos treze minutos Marco Paulo remata às malhas laterais. Logo a seguir, João Paulo II que começava a ser um quebra cabeças para a defesa local, é travado em falta à entrada da área. Chamado à marcação do respectivo livre Zé Russo, fá-lo por cima da trave. No minuto imediato é a vez de Vitor Bruno rematar às malhas laterais. À passagem dos trinta minutos, uma vez mais João Paulo II, é carregado à margem das leis e desta vez foi Marco Paulo na conversão do livre que levou a bola a bater no poste esquerdo da baliza de Carlos Manuel.
            O Besteiros continuava à procura do golo e a equipa da casa limitava-se a defender e num desses contra ataques João Paulo II descaído para a esquerda centra para a área e Vitor Bruno remata para a baliza, a bola leva o selo de golo mas é desviada em última instância para canto por um defesa local. Deste nada resultou. Em cima do intervalo, Fábio desfere um potente remate de fora da área, levando a bola a embater com estrondo na trave e com o resultado em 0 a 0 terminou a 1ª parte.
            A segunda metade começou com a equipa visitante a pressionar a equipa local à procura do golo e Zé Russo à passagem dos 60 minutos de cabeça falha uma excelente oportunidade de marcar. A equipa local raramente incomodava Márcio mas quando o fazia, fazia-o com algum perigo, porém as melhores oportunidades de golo pertenceram ao Besteiros, no entanto do outro lado estava um guarda redes que tudo e de qualquer maneira defendia, mantendo as suas redes invioláveis.
            Senão vejamos, aos 65 minutos, depois de uma defeituosa reposição de bola em jogo pelo guarda redes local, um avançado visitante, por duas vezes seguidas não conseguiu desfeitear Carlos Manuel.
            A equipa da casa já com as forças a faltarem-lhe começou a entrar no jogo feio, com os seus jogadores a simularem lesões para fazer passar o tempo, contando para isso com a conivência do árbitro do encontro.
            Já perto do final do encontro uma vez mais Fábio, na marcação de um livre leva perigo à baliza contrária. Na marcação de um pontapé de canto, Mário que havia subido à defesa contrária de cabeça, proporcionou ao guardião visitado uma excelente defesa. Por tudo o que o Besteiros lutou para conseguir amealhar os três pontos em disputa, o empate conseguido tem sabor a derrota.
            Quanto ao trabalho da equipa de arbitragem que veio de Mangualde, considera-mo-la de suficiente em virtude de ter permitido à equipa do Vilacovense a prática de anti jogo, com simulações constantes de lesões.
            De resto quer técnica, quer disciplinarmente esteve bem.
            No próximo Domingo o Besteiros folga, recebendo no dia 05 de Novembro no campo da Corte a equipa do Vale de Madeiros.
            Venha no dia 05 de Novembro ao campo da Corte, apoiar o Besteiros Futebol clube.
             
           
 
                                                                                                          J.A.L.P.
publicado por besteiros às 15:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 16 de Outubro de 2006

BESTEIROS, 2 - RESENDE, 0

CAMPEONATO DISTRITAL DA 2ª DIVISÃO
 
            Campo da Corte, em Campo de Besteiros.
            ÁRBITRO- Luis Fonseca, auxiliado por Bruno Pedro (Bancada) e Francisco Costa (Peão), equipa que veio de Viseu
            BESTEIROS- Márcio, Paulo Simões, Mário, Sá, Marco Paulo (Cap.), Jacinto, Victor Bruno (João Paulo I 83 m), Fábio, Pedro Miguel, Zé Russo e Raul (Renato 65 m)
            SUPELENTES NÃO UTILIZADOS - Luis Dias, Pedro Pomar e Edgar.
            DISCIPLINA- Cartão amarelo exibido a Victor Bruno.
            TREINADOR- Carlos Miguel Pratas.
 
            RESENDE- Emanuel, Monteiro, Adão (Cap.), Teixeira (Mendes 82m), Fonseca (Peralta 75m), Abelha, Hugo, Aníbal (Loureiro 70m), Marco Paulo, Cardoso e Ricardo.
            SUPELENTES NÃO UTILIZADOS- João Paulo e Tiago.
            DISCIPLINA- Cartão amarelo exibido a Fonseca, Aníbal e Loureiro.
            TREINADOR- João Manuel.

 Victor Bruno marca o segundo golo do Besteiros Futebol Clube
"VITÓRIA SEM CONTESTAÇÃO"
            Numa tarde algo cinzenta, sem chuva e com razoável assistência, realizou-se no campo da Corte em Campo de Besteiros mais uma jornada do Campeonato Distrital da 2ª Divisão, entre as equipas do Besteiros e do Resende.
            A equipa do Resende apresentou-se em campo com uma equipa a praticar bom futebol, no entanto pouco prática. Ao contrário o Besteiros começou a praticar o seu futebol e logo aos vinte minutos Victor Bruno com um excelente remate levou a bola a embater com estrondo na trave da baliza de Emanuel.
            Passados vinte e nove minutos Monteiro, do Resende teve uma atitude muito feia para com um seu adversário agredindo-o. Aqui ficou um cartão encarnado por mostrar, estamos em crer que o árbitro do encontro não viu e daí a não sanção disciplinar. O Besteiros continuava a pressionar a equipa adversária e foi assim que por intermédio de Zé Russo na transformação de um livre directo a castigar o derrube dum colega à entrada da área nasceu o 1ºgolo do encontro. O livre foi marcado de forma soberba não dando qualquer hipótese ao guarda redes contrário. E com o resultado favorável ao Besteiros por 1 bola a 0 terminou a primeira parte.
            A segunda metade começou com o Besteiros ainda mais pressionante e logo nos minutos iniciais Zé Russo é travado à entrada da área, no entanto nada é assinalado.
            Minuto 63 Victor Bruno que já na 1ª parte havia tentado a sua sorte (só não o conseguindo por manifesto azar), descaído do lado direito desferiu um potente remate, fazendo o 2 a 0, não dando qualquer hipótese ao guarda redes contrário. O Resende jogava bonito, mas sem soluções para se acercar da baliza de Márcio e quando o fazia era sempre sem perigo.
            Só quase a terminar o encontro o guarda redes do Besteiros foi obrigado a fazer uma intervenção de grande classe, a um remate dum avançado forasteiro evitando assim que as suas redes fossem violadas.
            Quanto ao trabalho da equipa de arbitragem já há muito tempo que não assistíamos a um trabalho igual: muito bom, quer no aspecto físico, técnico e disciplinar, quase não se dando por ela e quando assim acontece tudo corre bem.
            No próximo fim de semana o Besteiros desloca-se a VILA COVA À COELHEIRA, para defrontar a equipa local o Vilacovense.
            Vá no próximo Domingo apoiar o BESTEIROS FUTEBOL CLUBE.
 
                                                                                                  
                                                                                                          J.A.L.P.  
publicado por besteiros às 15:08
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Outubro de 2006

FIAIS DA TELHA, 0 - BESTEIROS, 1

FIAIS DA TELHA, 0 - BESTEIROS, 1
 
            Estádio das Gândaras, em Fiais da Telha.
           
            ÁRBITRO- Rosa Almeida. auxiliada por Paulino Morais (Bancada) e Marcelo Fernandes (Peão), equipa que veio de S. Pedro do Sul.
            FIAIS DA TELHA- Rafael, Alfredo, Marco, Ricardo, Mendes, Costa, Nuno (Cap.), Samuel (Fonseca 88m), Veloso, Diogo e Rodrigo.
            SUPELENTES NÃO UTILIZADOS- Baptista, Luis Mendes, Hugo, Vicente, Albuquerque e Borges.
            DISCIPLINA- Cartão amarelo exibido a Diogo.
 
            BESTEIROS- Márcio, Paulo Simões, Pizarro, Sá, Daniel, Jacinto, Victor Bruno, Renato (Mário 45m), Pedro Pomar (João Paulo I 73m), Zé Russo (Cap.) e Rodas (Edgar 69m).
            SUPELENTES NÃO UTILIZADOS- Luis Dias.
            DISCIPLINA- Cartão encarnado exibido a Pizarro.
            TREINADOR- Carlos Prata.
 
"VITÓRIA FELIZ"
            Numa tarde bastante quente, realizou-se a 2ª jornada do campeonato Distrital da 2ª Divisão, frente a frente Fiais da Telha e Besteiros.
            Começou melhor a equipa da casa e logo aos três minutos de jogo, remata à baliza de Márcio dando o primeiro sinal de perigo, no entanto a bola saiu por cima da trave. Passados mais oito minutos e a baliza do Besteiros corre de novo perigo. O jogo continuava a decorrer muito fraco com pontapés para o ar e aos 14 minutos Zé Russo, pôs em perigo a baliza de Rafael, valeu na circunstância um colega, que evitou o pior.
            À passagem do minuto 22 é Rodas que proporciona ao guarda redes local uma boa defesa. Aos vinte e nove minutos o árbitro assistente do lado da bancada marca um livre indirecto contra o Besteiros, por pretenso atraso ao guarda redes, quando se tratou de um ressalto, porém deste livre nada resultou. Em cima do intervalo o Besteiros poderia ter marcado por intermédio de Rodas, que fez um magnífico chapéu ao guardião local, no entanto a bola saiu ao lado do poste esquerdo da sua baliza. E com o resultado a zero bolas atingiu-se o intervalo.
            Na segunda parte pensou-se que a qualidade de jogo poder-se-ia modificar para melhor, mas nada se alterou, o jogo continuava com pontapés para o ar e é a equipa da casa que aos 49 e depois aos 60 minutos que leva mais uma vez perigo à baliza do Besteiros, porém Márcio esteve muito bem nestes dois lances evitando o pior para a suas redes, aliás o guarda redes do Besteiros esteve bem em toda a partida.
            A equipa do Besteiros sacode esta pressão exercida pelo Fiais da Telha e aos sessenta e dois minutos falha uma excelente oportunidade de inaugurar o marcador. Decorridos mais nove minutos e mais uma perdida por parte do Besteiros, aqui mérito para o guarda redes local que saiu bem aos pés dum avançado visitante.
            Porém no minuto oitenta e um ficou uma grande penalidade por marcar contra o Besteiros, a castigar um derrube na grande área a Diogo que além de não ver a falta sancionada ainda viu o cartão amarelo por simulação, aqui a Sra. Rosa Almeida esteve bastante mal.
            Já em período de compensação de neutralizações, o Besteiros de livre directo a castigar um derrube dum avançado visitante, por intermédio de Zé Russo, que marca o respectivo livre superiormente faz o golo solitário que deu a vitória ao Besteiros e a conquista dos respectivos 3 pontos em disputa. Neste lance o árbitro assistente do lado da bancada levanta a bandeira a assinalar qualquer coisa, não se sabe bem o quê, no meio desta confusão os jogadores do Besteiros protestam e Pizarro é expulso, no entanto a sra. árbitro validou o golo, pois outra coisa não poderia fazer.
            Quanto ao trabalho da Sra. Rosa Almeida, que viajou de S. Pedro do Sul, à excepção do lance descrito aos 81 minutos em que não assinalou uma grande penalidade contra o Besteiros e aqui bem se pode queixar do resultado o Fiais da Telha, este mais ou menos, o mesmo não se pode dizer do aspecto físico em que esteve mal.
            Os seus árbitros assistentes estiveram mal, principalmente o do lado da bancada que tentou ser a figura principal deste encontro.
            No próximo Domingo o Besteiros recebe no seu campo a equipa do Resende, num jogo que se antevê difícil, mas com o apoio de todos os amigos, sócios e simpatizantes estamos certos que os briosos rapazes do Besteiros tudo farão para conquistar os três pontos em disputa.
            Por isso no próximo Domingo venha apoiar o BESTEIROS.
 
                                                                                                           J.A.L.P.  
publicado por besteiros às 15:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006

BESTEIROS, 2 - FARMINHÃO, 0

 
Campo da Corte, em Campo de de Besteiros.
ÁRBITRO- Nuno Almeida auxiliado por António Coimbra (Bancada) e Fernando Loureiro (Peão), equipa que viajou de Nelas.
BESTEIROS- Márcio, Jacinto, Pizarro, Sá, Daniel, Mário (Cap.), Zé Russo, Fábio (Renato 71m), Pedro Pomar, Edgar (Raul 63m) e João Paulo II (Paulo Lourosa 39m).
SUPELENTES NÃO UTILIZADOS- Luis Dias e João Paulo I.
DISCIPLINA- Cartão amarelo exibido a Jacinto e Raul.
                             Cartão encarnado exibido a Raul por acumulação de amarelos.
treinador- Carlos Prata.
 
FARMINHÃO- Leal (Cap.), Leitão, Figueiredo, Nuno Correia, Coelho (Cardoso 52m), Martins (Rodrigues 64m), Moniz, Sobreira (Pedro Miguel 48m), Rui Miguel, Ruben e Morgado.
SUPELENTES NÃO UTILIZADOS- Correia, David e Cardoso.
DISCIPLINA- Cartão amarelo exibido a Ruben e a um jogador não identificado por não ter sido isolado pelo árbitro.
TREINADOR- Pedro Pereira.
 
"RESULTADO ESCASSO"
            Numa tarde de bastante sol e com muita assistência, realizou-se no campo da Corte, a 1ª jornada do Campeonato Distrital da 2ª Divisão. Frente a frente Besteiros e Farminhão, equipa esta que na época passada deu lugar ao Académico de Viseu e esta regressou às lides futebolísticas, é uma formação muito jovem, mas que deu boa réplica à equipa da casa, o que valoriza ainda mais o resultado de duas bolas a zero obtido pelo Besteiros.
            Esta equipa do Besteiros apresentou-se em campo totalmente diferente (para melhor) daquela que vimos na semana passada na Taça Sócios de Mérito, da qual foi afastado pelo Parada de Ester. O Besteiros apresentou-se em campo com a firme intenção de conquistar os três pontos em disputa e conseguiu-o. Zé Russo faz o 1 a 0, no decorrer da 1ª parte e com este resultado atingiu-se o intervalo.
            Na segunda metade o Besteiros entrou disposto a dilatar o marcador e logo aos cinquenta e dois minutos remata à baliza contrária, dando mostras de que pretendia algo mais. E aos 65 minutos Zé Russo marca um livre do lado esquerdo, na área aparece Edgar para aumentar o marcador para 2 a 0. A equipa visitante não baixou os braços e de quando em vez acercava-se da baliza de Márcio e numa dessas incursões aos 72 minutos faz um remate, no entanto a bola sai ao lado. Imediatamente a seguir um defesa do Farminhão perde a bola na sua área para Zé Russo, que depois de driblar o guarda redes contrário, faz o mais difícil que foi rematar por cima da barra. E o Besteiros continuava a carregar no acelerador e aos 77 e depois aos 85 leva de novo perigo à baliza de Leal. O Farminhão poucas vezes incomodava Márcio, que aos 86 minutos quase vê o seu colega Pizarro atrasar-lhe a bola de cabeça quase a introduzindo na sua baliza. Refeitos deste susto novamente Zé Russo primeiro de livre aos 90 minutos e depois Pedro Pomar logo a seguir, falham por um triz o 3 a 0.
            E com o resultado final em 2 para o Besteiros e 0 para o Farminhão terminou este encontro da 1ª jornada do Campeonato da 2ª divisão Distrital, resultado bastante escasso pelas oportunidades falhadas pelos jogadores do Besteiros.
            O trabalho da equipa de arbitragem foi positivo, no entanto queremos apenas salientar a má condição física demonstrada pelo Sr. Nuno Almeida, árbitro deste encontro, que acompanhou quase sempre os lances do meio campo, dificultando-lhe por vezes a análise de certas jogadas, Tirando esta observação esteve bem. tal como os seus assistentes.
            No próximo Domingo o Besteiros desloca-se a Fiais da Telha para defrontar a equipa local.
            Vá a Fiais da Telha apoiar a equipa do BESTEIROS FUTEBOL CLUBE.  
 
                                                                                                   J.A.L.P.         
publicado por besteiros às 15:28
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


.posts recentes

. Voltámos!!!

. Posso?!!!

. Órgãos Sociais do B.F.C. ...

. Comentário do Treinador d...

. Resultados e Classificaçã...

. BESTEIROS, 4 - ABRAVESES,...

. Comentário do Treinador M...

. Resultados e Classificaçõ...

. BESTEIROS, 1 - SANTIAGO B...

. Rescaldo do jogo Besteiro...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.favorito

. Besteiros F. C. disputa I...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds