Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

VALE DE MADEIROS, 0 – BESTEIROS, 5

 
Campo da Gatuna, em Vale de Madeiros.
ÁRBITRO – Bruno Pereira (Sátão).
VALE DE MADEIROS – Valério (Sousa 76m), Camilo, Manuel, Helder, Póvoas, Ricardo, Azevedo, Monteiro (Cap.), Filipe (João 52m), Esteves e Moitas.
DISCIPLINA – Cartão amarelo exibido a Póvoas e Ricardo.
                           Cartão encarnado mostrado a Esteves.
TREINADOR – António Ribeiro.
 
BESTEIROS – Márcio, Daniel, Mário (Cap.), Sá, Marco Paulo, Jacinto (Renato 45m), Vítor Bruno (João Paulo I 70m), Fábio, João Paulo II (Raul 62m), Zé Russo e Loureiro.
SUPLENTES NÃO UTILIZADOS – Luis Dias, Paulo Lourosa, Edgar e Pedro Pomar.
DISCIPLINA – Cartão amarelo exibido a Mário e João Paulo II.
TREINADOR – Carlos Miguel Pratas.
 
MAIS TRÊS PONTOS CONQUISTADOS
Numa tarde com sol e algum vento à mistura, realizou-se mais um encontro de futebol do campeonato distrital da 2ªdivisão entre as equipas do Vale de Madeiros e o Besteiros, respectivamente penúltimo e 2º classificados. Este encontro antevia-se fácil para as hostes Besteirenses e foi o que aconteceu no campo da Gatuna (com um piso novo), em Vale de Madeiros.
O Besteiros entrou melhor no jogo e logo aos dois minutos de jogo Vítor Bruno a passe de João Paulo II faz o 1 a 0 para a sua equipa. A equipa forasteira continuava a pressionar a equipa da casa e passados alguns minutos é a vez de Zé Russo tentar a sua sorte rematando à baliza do Vale de Madeiros sem consequências. A equipa da casa aos doze minutos de livre leva algum perigo à baliza de Márcio, para no minuto imediato surgir o 2º golo do Besteiros novamente por Vítor Bruno a passe de Zé Russo. A equipa do Vale de Madeiros em contra ataque leva algum perigo à baliza do Besteiros, o jogo continuava a decorrer fácil para a equipa do Vale de Besteiros e Vítor Bruno sempre irrequieto mais uma vez em iniciativa individual leva perigo à baliza dos donos da casa. Loureiro também tenta a sua sorte e remata forte mas para fora. À passagem do minuto 39 Zé Russo com um potente remate de fora da área proporciona a Valério uma boa defesa.
Minuto quarenta e dois Jacinto recupera a bola a meio campo e depois de ter driblado dois adversários remata à baliza fazendo o 3 a 0 e com o resultado favorável ao Besteiros por 3 bolas a 0 atingiu-se o intervalo.
A segunda metade começou com a equipa da casa mais atrevida, no entanto o Besteiros continuava a praticar o seu futebol e aos 49 minutos de grande penalidade, a castigar falta dentro da área sobre Vítor Bruno, Renato na cobrança eleva a contagem para 4 a 0. Só à passagem do minuto setenta é que o Vale de Madeiros chega à baliza de Márcio (que era um mero espectador) sem perigo para este. Aos 76 minutos o guarda redes do Vale de Madeiros em choque com um jogador do Besteiros lesionou-se e teve mesmo que sair do terreno de jogo depois de ter sido assistido durante alguns minutos.
O jogo aproximava-se do final e o Besteiros continuava a pressionar o último reduto dos donos da casa e por diversas vezes mais um golo se esperava a qualquer momento, primeiro foi Daniel que falha por muito pouco, depois é Fábio que de livre leva a bola a rasar a trave da baliza dos donos da casa, Loureiro por duas vezes também tenta a sua sorte mas sem êxito.
Até que em cima dos noventa minutos e após um centro bem medido do lado esquerdo, Marco Paulo fecha a contagem apontando o 5º golo da sua equipa.
O trabalho da equipa de arbitragem, não se pode considerar perfeito, pois errou, no entanto foram erros normais dum jogo de futebol, não tendo tido influência no resultado e saiu de Vale de Madeiros com o dever cumprido.
No próximo Domingo o Besteiros recebe a equipa do Cabanas de Viriato, num jogo que se antevê bastante difícil, pois trata-se tão somente do 3º classificado, por isso apelamos a todos os sócios, amigos e simpatizantes para no próximo Domingo se deslocarem ao campo da Corte para incentivar e apoiar estes briosos atletas a continuarem a levar por diante a boa prestação que têm vindo a fazer até ao momento.
Vamos pois todos Domingo dar o nosso apoio ao BESTEIROS.
 
                                                                                  J.A.L.P.    
No final do jogo Vale de Medeiros – Besteiros, o BesteirosBlogs registou a opinião do treinador Miguel Pratas.
            Num jogo que dominámos do primeiro ao último minuto, a vitória e o resultado não sofrem qualquer contestação. Entrámos bem no jogo com a obtenção do golo, esse facto tranquilizou a equipa. Não fomos constantes durante a partida, mas tivemos períodos em que praticámos e bem o nosso futebol.
            São três pontos importantíssimos nesta fase crucial do campeonato.
 
            À distância de uma semana como perspectiva o próximo jogo do Besteiros Futebol Clube?
            Recebemos o Cabanas de Viriato, actual terceiro classificado a cinco pontos da nossa equipa. É uma equipa que está a realizar um bom campeonato e que virá à procura dos três pontos, mas confio na minha equipa e com a atitude e empenho que temos vindo a demonstrar, iremos conseguir a vitória em nossa casa, perante o nosso público.
 BesteirosBlogs
 
publicado por besteiros às 09:15
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

"O acordar do Histórico"

Procura a primeira letra do teclado e ainda não decidi qual será o título deste artigo. Na minha menta baila uma frase que poderá resumir o que sinto sobre a campanha do Besteiros Futebol Clube, somente com três letras poderei retratar, ou simplesmente resumir a acção deste clube “O acordar do Histórico”.
            As estradas sinuosas dos últimos quilómetros pela serra após a bonança da A24 conduziram muitos besteirenses às terras de Resende. Ao chegar ao campo de Fornelos impressionou a moldura humana que acompanhava o Besteiros. A presença era significativa, muitos eram aqueles que se deslocaram do vale de Besteiros, não só pertencentes à freguesia de Campo de Besteiros, mas a outras freguesias limítrofes que sentem que este clube é o legítimo representante dos seus anseios e desejos de vitória.
            Como conheço bem o futebol distrital devem ser poucas equipas, mesmo um número muito reduzido que desfrutam de tanta companhia de associados e simpatizantes. Impressiona, e não nos passa despercebido a força colectiva do clube. As suas camisolas transportam consigo mais de oitenta anos de história Por vezes sentimos dificuldade em definir a mística do clube, mas sente-se que ela está presente e transmite-se dos jogadores para o público e vice-versa.
            Esta campanha comprova que o projecto Besteiros F. C. é viável, exista união de vontades e qualidade para as pessoas aderirem e acreditaram e sobretudo sentirem-se felizes lembrando velhos tempos.
            Nos anos setenta, normalmente onde o Besteiros se deslocava era quase sempre dia do clube e arrastava consigo muitos besteirenses.
            Na sua maioria os jogadores não são naturais de Campo de Besteiros e nem foram formados no clube. Mas isso não obsta que sintam a camisola e lutam por obter os melhores resultados.
            Por último, apetece desejar que esta equipa cumpra o seu desígnio, porque a mesma manifesta capacidade para atingir esse desiderato.
                                                                                                  Besteiroblog
publicado por besteiros às 10:47
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

RESENDE, 1 - BESTEIROS, 1

            Estádio Municipal de Fornelos, em Resende.
            ÁRBITRO - António Silva, auxiliado por Carlos Silva (Bancada) e Luís Figueiredo (Peão) de Oliveira de Frades.
            RESENDE - Cardoso, Fonseca, Abelha (Rafael 63m), Bruno, Monteiro, Sequeira, Moreira, Teixeira (Cap.), Amaral (Adão 82m), Alexandre e Nuno.
            SUPELNTES NÃO UTILIZADOS - Marco, Tiago e Oliveira.
            DISCIPLINA - Cartão amarelo exibido a Teixeira, Monteiro, Amaral e Adão.
            TREINADOR - José Manuel Bernardo.
 
            BESTEIROS - Márcio, Daniel (Loureiro 7m), Pizarro, Sá, Marco Paulo, Jacinto, Vítor Bruno, Fábio (Pedro Vale 85m), João Paulo II (Edgar 79m), Zé Russo e Mário (Cap.).
            SUPLENTES NÃO UTILIZADOS - Luís Dias, Raul, Renato e Paulo Lourosa.
            DISCIPLINA - Cartão amarelo exibido a Fábio.
            TREINADOR - Carlos Miguel Pratas.
 
 
            Realizou-se no passado Domingo, no Estádio Municipal de Fornelos em Resende, o encontro que punha frente a frente os dois primeiros classificados da 2ª Divisão, respectivamente Resende e Besteiros.
            Com uma casa bem composta em termos de assistência e uma tarde razoável para a prática da modalidade, pensou-se que estavam encontrados todos os condimentos para se assistir a um bom jogo de futebol, apesar das reduzidas dimensões do campo, puro engano. Assistiu-se isso sim a um jogo aos repelões, com pontapés para o ar, passes falhados e uma enorme dureza por parte dos jogadores locais.
            A equipa da casa entrou de rompante e logo aos 5 minutos depois de uma falha da defesa Besteirense, podia ter inaugurado o marcador. De imediato é o Besteiros por intermédio de João Paulo II que remata à baliza do Resende sem resultados.
            A equipa da casa continuava a atacar e de livre leva de novo perigo à baliza de Márcio, valeu um colega que de cabeça afastou o perigo. À passagem do minuto 25 Fábio marca um livre, a bola tabela num jogador local e quase trai o guarda redes Cardoso, no entanto este bastante atento efectua uma extraordinária defesa. O jogo continua a desenrolar-se com oportunidades para ambos os lados e mais uma vez a equipa da casa por pouco não inaugura o marcador.
            Marcador esse que viria a funcionar aos 35 minutos por intermédio de Marco Paulo, após a marcação de um pontapé de canto por Fábio, fazendo o 1 a 0 para o Besteiros. A partir deste momento os jogadores do Resende que já anteriormente estavam a entrar duro sobre os jogadores do Besteiros, começaram a usar e abusar cada vez mais de tais entradas, sem que o árbitro do encontro tivesse a intervenção adequada.
            Zé Russo de livre remata à baliza dos locais, fraco e para as mãos do guarda redes. E o intervalo chegou com o resultado favorável à equipa do Vale de Besteiros por 1 bola a 0.
            A segunda metade começou como tinha acabado a primeira ou seja com a equipa da casa a pressionar à procura do prejuízo e nos minutos iniciais poderia mesmo ter empatado a partida. Mas a equipa forasteira bem estruturada continuava e defender o resultado e de quando em vez acerca-se da baliza contrária à procura do golo da tranquilidade e Vítor Bruno aos 63 minutos remata à baliza do Resende com algum perigo. Continuava-se a praticar um futebol pouco vistoso, porém as oportunidades continuavam a surgir para ambos os lados e aos 75 minutos Márcio faz uma excelente defesa a remate dum avançado local. Em contra ataque o Besteiros podia ter dilatado o marcador, mais uma vez o guarda redes local defende para canto. Aos 80 minutos após a marcação dum canto , Rafael que havia entrado a substituir Abelha, na área ajeita a bola com a mão e remata à baliza estabelecendo a igualdade.
            A partir do golo do empate a equipa da casa parte para cima do último reduto Besteirense à procura do golo da vitória, mas a defesa forasteira bem escalonada não deu qualquer hipótese e o resultado não se alterou até final. A divisão de pontos aceita-se de certa forma pelas oportunidades criadas, embora o golo do empate tenha sido obtido irregularmente, mas infelizmente assistimos a situações destas todas as semanas, o que já não nos surpreende.
            A equipa de arbitragem que veio de Oliveira de Frades, mostrou alguma descoordenação, principalmente com o auxiliar do lado do peão, tendo o chefe de equipa por diversas vezes corrigido os erros do seu auxiliar, disciplinarmente achamos que devia reprimir mais as entradas duras dos locais, no lance do golo do empate estamos em crer que não viu o jogador do Resende ajeitar a bola com a mão. No resto cumpriu.
            A equipa do Besteiros retoma o campeonato no próximo dia 25 do corrente, deslocando-se a Vale de Madeiros, para defrontar a equipa local.
            Vamos a Vale de Madeiros no dia 25 de Fevereiro apoiar o BESTEIROS.
 
 
                                                                                                      J.A.L.P.
             
           
 
 
No rescaldo do jogo Resende - Besteiros, ouvimos o treinador do Besteiros Miguel Pratas que fez as seguintes declarações:
 
Foi um jogo bem disputado e intenso. Não começámos bem o jogo, muito por culpa da pressão exercida pelo adversário, mas depois conseguimos corrigir as marcações equilibrar a partida. Chegámos ao golo no nosso melhor período e conseguimos aguentar a vantagem até ao intervalo.
No 2º tempo tudo na mesma, jogo muito disputado a meio-campo, com o Resende á procura da igualdade e a nossa equipa a defender muito bem, e a sair com algum perigo para o contra-ataque. O golo da igualdade é precedido de uma mão do atacante do Resende, mas paciência, o Sr. Árbitro não viu e sancionou o golo. Até final ainda foi o Besteiros atrás do golo através de lances de bola parada, mas já restava poucos minutos para o final e tornava-se cada vez mais difícil chegar à vitória.
              No final do jogo dei os parabéns aos meus jogadores pela maneira como lutaram em campo e dignificaram as camisolas do clube.
             Agora é pensar no jogo com o Vale de Madeiros e nos 3 pontos que vão estar em disputa. Já não há jogos fáceis, é ganhar jogo a jogo até ao final e esperar um deslize do adversário directo.
             Uma última palavra de agradecimento à Direcção do Besteiros pelo esforço que tem feito ao longo de toda a época e também aos sócios e simpatizantes que se deslocaram a Resende para dar o seu apoio á equipa, continuem a apoiar-nos.
Saudações Desportivas
                                                           Besteirosblogs
publicado por besteiros às 09:49
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2007

4 de Fevereiro de 2007

          Ao escrever-te esta carta, numa época tomada pelas novas tecnologias, procuro transmitir-te que a tradição ainda tem outro sabor.
            É minha firme intenção, deixar correr a tinta sobre a folha e ao mesmo tempo reflectir sobre a nossa terra, Campo de Besteiros e parabenizá-la por mais um aniversário da elevação a vila, em 4 de Fevereiro.
            Numa retrospectiva histórica, a vida, nos finais dos anos vinte, estaria calma na antiga aldeia de Santa Eulália de Besteiros. O seu desenvolvimento era marcante num vale essencialmente rural, agitado às vezes, pela partida dos seus jovens para as grandes cidades, ou para o outro lado do Atlântico, nomeadamente o Brasil.
            Santa Eulália de Besteiros destacava-se pela sua localização, cruzamento de várias estradas que rasgavam o vale, atraía a si as terras em volta, devido à sua importância económica, reflexo do seu comércio e indústria. A nível associativo, duas associações comprovavam o espírito de iniciativa presente nos besteirenses. A Sociedade de Defesa e Propaganda do Vale de Besteiros constituída com o objectivo de defender os interesses da região e o Besteiros Futebol Clube que proporcionava aos jovens a prática do futebol.
            Por vezes temos tendência a minimizar aquilo que é nosso, por isso atentem ao que escrevia um besteirense, na Folha de Tondela de 2 de Março de 1924, “... na nossa terra, tão linda e tão invejada por quantos aqui aportam, ou tem a dita de a conhecer, alguns verdadeiros bairristas convidaram os representantes do comércio e da indústria e os principais proprietários desta freguesia...”
            Por isso, Santa Eulália reunia todas as condições necessárias para ser promovida à categoria de vila. O Decreto – Lei 16.467 de 4 de Fevereiro elevou Campo de Besteiros à categoria de vila.
            Data significativa para todos os besteirenses que terá sido um a compensação diminuta para aquilo que era ambicionado. Três anos antes lutava-se pela criação do concelho de Besteiros, ambição quase concretizada que só a substituição de um ministro e as jogadas de bastidores que contribuiriam para alteração da decisão da freguesia de Barreiro de Besteiros.
            Passados tantos anos, mas neste mesmo dia o Besteiros F. C. vai disputar um jogo de grande importância em Resende. Deseja-se a vitória, porque a mesma seria uma prenda para esta terra. Sente-se o reerguer da mística do clube, as camisolas transportam consigo o peso da sua história. Revive-se os anos de ouro e os jogadores encarnam em si, tardes gloriosas de outrora marcantes na memória deste vale de Besteiros.
            Por hoje vou ficar por aqui, porque a carta já vai longa.
            Sejam felizes, são os votos do vosso amigo;
                                        Jotadê
Armamar, 1 de Fevereiro de 2007
publicado por besteiros às 09:32
link do post | comentar | favorito

Comentário ao jogo do Treinador do Besteiros

No rescaldo do jogo Besteiros -Fiais da Telha, ouvimos o treinador do Besteiros Miguel Pratas que fez as seguintes declarações:
 
Conseguimos os 3 pontos, que era o mais importante. Sei que não foi uma grande exibição, mas sabíamos que o Fiais da Telha não era um adversário fácil, já o tinha provado na 1ª volta. A vitória não sofre contestação, criámos mesmo assim algumas oportunidades para dilatar o marcador, mas tal não foi possível e penso que também se tornaria um resultado pesado para o que fez o adversário.
 
No próximo domingo temos um grande jogo em Resende, como perspectiva esse encontro?

Domingo é mais um jogo, que vamos preparar com cuidado, como fazemos sempre, seja qual for o adversário. Vamos para trazer os 3 pontos e assim consolidar a 1ª posição na tabela classificativa.
Agradeço desde já aos sócios e simpatizantes que venham apoiar-nos em Resende.
                                                    Besteiros.blogs
publicado por besteiros às 09:29
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


.posts recentes

. Voltámos!!!

. Posso?!!!

. Órgãos Sociais do B.F.C. ...

. Comentário do Treinador d...

. Resultados e Classificaçã...

. BESTEIROS, 4 - ABRAVESES,...

. Comentário do Treinador M...

. Resultados e Classificaçõ...

. BESTEIROS, 1 - SANTIAGO B...

. Rescaldo do jogo Besteiro...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.favorito

. Besteiros F. C. disputa I...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds